Monthly Archives: January 2021

Castle of Chapultec. Photo: Google

Top places to go in Mexico City

A handy guide to places to visit in the main Mexican city

There is a lot to do in Mexico City, which makes someone look confused when they are going to set up the itinerary of the trip days, so I leave here what my perfect day would be like, visiting the best places in the city.

•    Shower

It would start very early walking along the Reforma, the long and famous avenue downtown. La can be found in the charming castle of Chapultepec, one of the main tourist sights. The castle is immense, has a beautiful garden and provides a good view of the city.

Castle of Chapultec. Photo: Google

Castle of Chapultec. Photo: Google

Straight ahead you come across the Tamoyos Museum, which has a great coffee shop, and the Museum of Modern Art, which can not be missed. Nearby is also located the Hotel Downtown, quoted on my list of places to stay.

Another morning tour option is the Teotihuacan Temple of the Sun, which is housed in a complex of historic pyramids, one of which is the third largest in the world. The place is usually warmer than the rest of Mexico City so it’s important to always be well prepared.

Pyramid of the Sun in the Teotihuacan complex. Photo: Google

Pyramid of the Sun in the Teotihuacan complex. Photo: Google

•    Evening

The afternoon starts with a good lunch at the Loma Linda restaurant, a large steakhouse opposite the beautiful Soumaya Museum. The place is known for its contemporary architecture.

Soumaya Museum, one of the main architectures of Mexico City. Photo: Google

Soumaya Museum, one of the main architectures of Mexico City. Photo: Google

Jumex Museum of Contemporary Art. Photo: Google

Jumex Museum of Contemporary Art. Photo: Google

And speaking contemporaneously, next to the Soumaya is the Jumex, a museum of contemporary rotating art. The two museums, one next to the other, form one of the most beautiful blocks of Mexico City.

Now, if you are a fan of photography and architecture you can also do a tour of the National Cineteca and Torre Palmas 55. Both places are incredible.

National Cineteca of Mexico. Photo: Google

National Cineteca of Mexico. Photo: Google

Museum of Frida Kahlo. Photo: Google

Museum of Frida Kahlo. Photo: Google

And if what you love is history, besides doing the tours already mentioned, nothing better than a night in the historic center, where you can explore landmarks of the city such as the Frida Kahlo Museum, Zócalo, and the wonderful Opera House.

•    Night

Polanco street at the night. Photo: Google

Polanco street at the night. Photo: Google

The nightlife of the city is really very attractive, there are good ballads and bars for those who do not give up closing the script with a touch, but my night would end more calm, in some rooftop in Polanco or There Rome. Or probably in one of the restaurants already mentioned in the previous post, where I point out the best restaurants, in my opinion, of the city.

Castelo de Chapultec. Foto: Google

Os principais lugares conhecer na Cidade do México

Um guia pratico de lugares para visitar na principal cidade mexicana

Há muito o que se fazer na Cidade do México, o que faz alguém ficar até confuso quando vai montar o roteiro dos dias de viagem, por isso deixo aqui como seria o meu dia perfeito, visitando os melhores lugares da cidade.

  • Manhã

Começaria bem cedo caminhando pela Reforma, a extensa e famosa avenida do centro. La se pode encontrar o charmoso castelo de Chapultec, um dos principais pontos turísticos. O castelo é imenso, tem um lindo jardim e possibilita uma boa vista da cidade.

Castelo de Chapultec. Foto: Google

Castelo de Chapultec. Foto: Google

Logo em frente você se depara com o museu Tamoyos, que tem uma cafeteria ótima, e o Museu de arte moderna, que não se pode deixar passar batido. Ali bem próximo está localizado também o Hotel Downtown, citado na minha lista de lugares para se hospedar.

Uma outra opção de passeio matinal é o Templo do Sol Teotihuacan, que fica num complexo de piramides históricas, sendo uma delas a terceira maior do mundo. O lugar costuma ser mais quente do que o restante da Cidade do México, então é importante estar sempre bem preparado.

Pirâmide do Sol no complexo Teotihuacan. Foto: Google

Pirâmide do Sol no complexo Teotihuacan. Foto: Google

  • Tarde

A tarde começaria com um bom almoço no restaurante Loma Linda, um amplo steakhouse que fica em frente ao deslumbrante Museu Soumaya, o lugar é conhecido por sua arquitetura contemporânea.

Museu Soumaya, uma das principais arquiteturas da Cidade do México. Foto; Google

Museu Soumaya, uma das principais arquiteturas da Cidade do México. Foto; Google

Museu Jumex de Arte Contemporânea. Foto: Google

Museu Jumex de Arte Contemporânea. Foto: Google

E falando em contemporaneidade, ao lado do Soumaya fica o Jumex, um museu de arte contemporânea rotativa. Os dois museus, um a lado do outro, formam um dos quarteirões mais belos de México City.

Agora, se você é fã de fotografia e arquitetura não pode deixar de fazer também um passeio pela Cineteca nacional e pela Torre Palmas 55. Os dois lugares são incríveis.

Cineteca Nacional do México. Foto: Google

Cineteca Nacional do México. Foto: Google

Museu da Frida Kahlo. Foto: Google

Museu da Frida Kahlo. Foto: Google

E se o que te encanta é história, além de fazer os passeios já mencionados, nada melhor do que uma noite no centro histórico, onde você poderá explorar marcos da cidade como o museu da Frida Kahlo, Zócalo e a maravilhosa Casa de Ópera.

  • Noite
Rua de Polanco durante a noite. Foto: Google

Rua de Polanco durante a noite. Foto: Google

A vida noturna da cidade é realmente muito atraente, existem boas baladas e bares para quem não abre mão de fechar o roteiro com uma badalada, mas minha noite terminaria mais calma, em algum rooftop em Polanco ou Lá Roma. Ou, provavelmente, em um dos restaurantes já citados no post anterior, onde indico os melhores restaurantes, ao meu ver, da cidade.

Mix de Respeito

Hoje misturei renda, listras, chapéu, sapato bicolor e bolsa de raffia e acredite se quiser, mas ficou maravilhoso. Neste post você vai aprender como combinar renda e listras.
Você deve estar se perguntando agora: Como faço isso?
Calma, Calma que criei um tutorial com 3 regrinhas básicas que vão te deixar uma expert em montar looks bacanas e mais elaborados assim como esse.
Regra Número 1: Quando misturamos peças com texturas ou estampas muito diferentes assim como renda e listras é muito importante para a harmonia do look que o tom majoritário de ambas as peças seja o mesmo e no caso dos que escolhi para este look a cor dominante é o off white, que inclusive está presente também no chapéu e nos trançados da bolsa.
Regra Número 2: O direcionamento do tecido, estampa ou trabalho das peças devem ser opostos para que exista uma sincronia entre eles. Como podem observar a minha camisa têm o trabalho da renda na vertical enquanto em que o meu shorts possui a estampa na horizontal causando um impacto visual mais interessante.
Regra Número 3: Quando o visual da roupa já for o suficiente chocante opte por acessório menores e discretos para que o look final não fique carregado ou torne-se over. Você pode notar que apesar do chapéu e da bolsa, que inclusive seguem o tom majoritário do look, eu optei por usar somente pequenos pontos de luz como brinco e colar para que ambos possam representar a minha feminilidade sem perder a descrição ou a delicadeza da renda.
Dividam comigo o que acharam e se estão prontas para elaborar uma produção como essa.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

[show_shopthepost_widget id=”3525300″]

Hoje misturei renda, listras, chapéu, sapato bicolor e bolsa de raffia e acredite se quiser, mas ficou maravilhoso. Neste post você vai aprender como combinar renda e listras.
Você deve estar se perguntando agora: Como faço isso?
Calma, Calma que criei um tutorial com 3 regrinhas básicas que vão te deixar uma expert em montar looks bacanas e mais elaborados assim como esse.
Regra Número 1: Quando misturamos peças com texturas ou estampas muito diferentes assim como renda e listras é muito importante para a harmonia do look que o tom majoritário de ambas as peças seja o mesmo e no caso dos que escolhi para este look a cor dominante é o off white, que inclusive está presente também no chapéu e nos trançados da bolsa.
Regra Número 2: O direcionamento do tecido, estampa ou trabalho das peças devem ser opostos para que exista uma sincronia entre eles. Como podem observar a minha camisa têm o trabalho da renda na vertical enquanto em que o meu shorts possui a estampa na horizontal causando um impacto visual mais interessante.
Regra Número 3: Quando o visual da roupa já for o suficiente chocante opte por acessório menores e discretos para que o look final não fique carregado ou torne-se over. Você pode notar que apesar do chapéu e da bolsa, que inclusive seguem o tom majoritário do look, eu optei por usar somente pequenos pontos de luz como brinco e colar para que ambos possam representar a minha feminilidade sem perder a descrição ou a delicadeza da renda.
Dividam comigo o que acharam e se estão prontas para elaborar uma produção como essa.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

[show_shopthepost_widget id=”3525300″]

Respect Mix

Today I mixed-income, stripes, hat, bicolor shoe, and raffia bag and believe it, but it was wonderful. In this post, you will learn how to combine lace and stripes. You may be wondering now: How do I do this? Calm down, I have created a tutorial with 3 basic rules that will make you an expert at putting together cool and elaborate looks like this one.

Rule Number 1: When mixing pieces with very different textures or prints as well as lace and stripes it is very important for the harmony of the look that the majority tone of both pieces is the same and in the case of the ones I chose for this look the dominant color is off-white, which is also present in the hat and the braids of the bag.

Rule Number 2: The direction of the fabric, pattern or work of the pieces must be opposite so that there is a synchrony between them. As you can see my shirt have the work of lace upright while in that my shorts have the print horizontally causing a more interesting visual impact.

Rule Number 3: When the look of the clothing is already shocking enough choose smaller and discrete so that the final look does not get loaded or become over. You may notice that despite the hat and purse, which even follow the majority tone of the look, I have chosen to use only small points of light as an earring and necklace so that both can represent my femininity without losing the description or the delicacy of the income.

Share with me what you found and whether you are ready to make such a production.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

[show_shopthepost_widget id=”3525300″]

Hoje misturei renda, listras, chapéu, sapato bicolor e bolsa de raffia e acredite se quiser, mas ficou maravilhoso. Neste post você vai aprender como combinar renda e listras.
Você deve estar se perguntando agora: Como faço isso?
Calma, Calma que criei um tutorial com 3 regrinhas básicas que vão te deixar uma expert em montar looks bacanas e mais elaborados assim como esse.
Regra Número 1: Quando misturamos peças com texturas ou estampas muito diferentes assim como renda e listras é muito importante para a harmonia do look que o tom majoritário de ambas as peças seja o mesmo e no caso dos que escolhi para este look a cor dominante é o off white, que inclusive está presente também no chapéu e nos trançados da bolsa.
Regra Número 2: O direcionamento do tecido, estampa ou trabalho das peças devem ser opostos para que exista uma sincronia entre eles. Como podem observar a minha camisa têm o trabalho da renda na vertical enquanto em que o meu shorts possui a estampa na horizontal causando um impacto visual mais interessante.
Regra Número 3: Quando o visual da roupa já for o suficiente chocante opte por acessório menores e discretos para que o look final não fique carregado ou torne-se over. Você pode notar que apesar do chapéu e da bolsa, que inclusive seguem o tom majoritário do look, eu optei por usar somente pequenos pontos de luz como brinco e colar para que ambos possam representar a minha feminilidade sem perder a descrição ou a delicadeza da renda.
Dividam comigo o que acharam e se estão prontas para elaborar uma produção como essa.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

Juju Coelho Pinto usando camisa MMS Special, shorts Colcci, bolsa Isla, top Loungerie, colar e brinco Ruby Store e sandália Arezzo.

[show_shopthepost_widget id=”3525300″]

Um oásis no México: Conheça o hotel Encuentro Guadalupe

Já pensou em se hospedar em um hotel de luxo no meio das montanhas do Valle de Guadalupe, no México? Se sim, o Encuentro Guadalupe é o destino certo!

O hotel, que fica na região das vinículas, é o meu lugar favorito quando quero me desconectar de tudo e curtir a natureza. Segundo o próprio hotel, o Encuentro é “um espaço que convida nossos hóspedes a aproveitar as áreas comuns e fazer um ‘reencontro’ consigo mesmo, mantendo contato com a natureza, respeitando os arredores e admirando a maravilhosa paisagem que o Vale Guadalupe nos oferece”.

Encuentro Guadalupe. Fonte: Instagram.

O Encuentro possui 22 lofts projetados para o relaxamento total. Cada quarto possui um terraço próprio, vista para as montanhas, piso de vinho feito com a produção local – o hotel possui sete hectares de vinhedos – e um kiva de argila ao ar livre. Tudo para o hóspede aproveitar a estadia e se conectar com a natureza.

Prezando pela experiência, o Encuentro recebe cada visitante com uma bebida da casa, que desfruta enquanto visita a adega e admira a vista do saguão. Os vinhos degustados pelos hóspedes são produzidos ali mesmo, nas vínicolas de propriedade do hotel. Merlot, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Nebbiolo são alguns dos tipos que integram a adega do hotel.

Sua arquitetura é rústica e utiliza elementos da natureza em sua composição, como objetos decorativos feitos de troncos, lareiras construídas com argila, pedras naturais compondo a decoração dos lofts. Tudo conectado com o visual das montanhas, que pode ser apreciado pelas paredes de vidro que cercam o hotel.

Arquitetura do hotel. Fonte: Booking.

Em relação à gastronomia, o hotel possui o restaurante Origem, que funciona como uma “cozinha aberta”, em que os hóspedes conseguem acompanhar a execução dos pratos, comandados pelo chef Omar Valenzuela. Cada prato é uma combinação de sabores, formas e cores, que explora ingredientes oriundos da região norte da Baja California.

Além disso, o hotel conta com o Raw Oyster Bar, comandado pela chef Melissa Navaro, que tem como carro chefe pratos e drinks feitos com ostras, que encantam pela beleza e sabor.

Um dos pratos servidos pelo Raw Oyster Bar. Fonte: Instagram.

E vocês, já conheciam o Encuentro Guadalupe? Em passagem pelo México, não deixe de visitar o hotel! Reserve sua estadia agora mesmo, clicando aqui! Também veja mais sobre passeios e atividades na região pelo Get Your Guide.

Me conte nos comentários o que achou da dica e se vocês conhecem outros destinos para desconectar e curtir a natureza. E não esqueça de compartilhar o post para concorrer uma viagem para as Maldivas!

An oasis in Mexico: The hotel Encuentro Guadalupe

Have you considered staying in a luxury hotel in the middle of the Valle de Guadalupe mountains in Mexico? If so, Encuentro Guadalupe is the right destination!

The hotel, which is in the winery region, is my favorite place when I want to disconnect from everything and enjoy nature. According to the hotel itself, Encuentro is “a space that invites our guests to enjoy the common areas and reuniting with themselves, keeping in touch with nature, respecting the surroundings and admiring the wonderful landscape that the Guadalupe Valley offers us”.

Encuentro Guadalupe. Source: Instagram.

Encuentro has 22 lofts made for the guests to relax. Each room has its own terrace, mountain views, local-made wine floors – the hotel has seven hectares of vineyard – and an outdoor clay kiva. Everything to enjoy the stay and connect with nature.

Valuing the experience, Encuentro welcomes each visitor with a drink of their own production, that can be enjoyed while visiting the winery and admiring the view from the lobby. The wines tasted by guests are produced right there in the hotel’s owned vineyards. Merlot, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc and Nebbiolo are some of the types that make up the hotel’s wine cellar.

Its architecture is rustic and uses elements of nature in its composition, such as decorative objects made of logs, fireplaces built with clay, natural stones composing the decoration of the lofts. All connected with the view of the mountains, which can be enjoyed from the glass walls surrounding the hotel.

Hotel’s architecture. Source: Booking.

About the gastronomy, the hotel has the Origin restaurant, which works as an “open kitchen”, where guests can watch the execution of the dishes, made by chef Omar Valenzuela. Each dish is a combination of flavors, shapes and colors that explores ingredients from northern Baja California.

In addition, the hotel features the Raw Oyster Bar, headed by chef Melissa Navaro, whose signatures are oyster dishes and drinks that delight the guest with their beauty and taste.

One of Raw Oyster Bar dishes. Source: Instagram.

And did you already know about Encuentro Guadalupe? When passing through Mexico, be sure to visit the hotel! Book your stay right now clicking here! Also see more about tours and activities in the area through Get Your Guide.

Tell me in the comments what you think about the tip and if you know another destination to disconnect and enjoy nature. And don’t forget to share this post to compete for a trip to the Maldives!